Abobrinha “Patisson” com cuscuz marroquino ou abobrinha marroquina e cuscuz

Eu nunca tinha encontrado esse tipo de abobrinha antes. Encontrei-os no jardim de Kaká Vanya. Um lugar maravilhoso onde já nos abastecem deliciosas frutas, verduras, ervas, doces, sucos, queijos, leites e um monte de outras delícias. No final, havia quatro discos alienígenas na minha frente, e eu imediatamente decidi o que iria fazer. Adoro sabores marroquinos e aqui está uma nova receita.

Produtos necessários:

  • 4 abobrinhas
  • 1 colher de chá de cuscuz
  • 2 colheres de chá água
  • 100 g de amêndoas descascadas
  • um punhado de passas
  • um punhado de cranberries
  • 4-5 tomates cereja secos
  • 4 colheres de sopa. azeite
  • 2 cenouras
  • 1 pimentão verde
  • 1 cebola
  • 1 cabeça de alho fresco
  • 1 fatia de gengibre fresco ou colher de chá seca.
  • 1 colher de chá de açafrão
  • 1 colher de chá de garam masala
  • sal
  • pimenta
  • 1/2 xícara de caldo de galinha

Método de preparação:

  1. Escaldamos brevemente a abóbora lavada.
  2. Cortamos as tampas e escavamos o interior.
  3. Fechamos a água e tapamos o cuscuz para refogar cerca de uma hora e inchar. É importante saber que o cuscuz marroquino é feito na proporção de 1:2 cuscuz:água.
  4. Numa frigideira, frite a cebola, a cenoura, o alho, a pimenta e o gengibre no azeite até amolecerem completamente.
  5. Adiciono as nozes, as frutas secas, o tomate cereja e o caldo.
  6. Misture bem e acrescente o cuscuz, é assim que mexemos a mistura para envolver os aromas.
  7. Polvilhe com especiarias – açafrão, garam masala, sal e pimenta.
  8. Encho a abobrinha com a mistura resultante.
  9. Cubro a abobrinha com as tampas improvisadas e levo ao forno por cerca de 30 minutos.

Acabou por ser um prato interessante para quem tiver coragem de experimentar, porque o meu povo não gostou, mas com certeza gostei e com certeza farei cuscuz de novo :).

Bom apetite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *